Diga-me em quem tu votas que direi quem tu és!

Estava pensando uma coisa aqui. Geralmente as pessoas votam em seus semelhantes, é assim em qualquer país democrático do mundo, portanto se uma pessoa insiste em votar em um presidiário tem uma grande chance dessa pessoa pensar igual ao bandido e de não ser honesta. Eu não discuto política mas faço questão de não ter relacionamento com quem acha que roubar é aceitável. Sabe o ditado que Jesus disse, “diga-me com quem tu andas que direi quem tu és”? Eu adaptei para “diga-me em quem tu votas que direi quem tu és“.

Vejam que mesmo a milhares de anos atrás Jesus já nos ensinou sobre isso e concordo plenamente com ele. Se uma pessoa vota em um presidiário ou em algum político comprovadamente envolvido em corrupção, crimes ou sempre rodeado por pessoas que estão envolvidas, essa pessoa não é confiável e mais cedo ou mais tarde irá fazer o mesmo com você.

Parem pra pensar um pouco e poderão perceber que não se trata de radicalismo e sim de seguir os ensinamentos do nosso irmão maior e decidir com quem você vai querer andar durante seu caminho aqui na Terra.

Devemos ter muito cuidado em quem vamos votar nas próximas eleições – Foto: Reprodução Internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.