Mineirinho bom de negócio

Um mineirinho com sérios problemas financeiros vendeu uma mula para outro fazendeiro também mineiro por R$ 100,00, que concordou em receber a mula no dia seguinte. No dia seguinte ele chegou e disse:

– Cumpadi, cê me discurpa mais a mula morreu.

– Morreu?

– Morreu.

– Intão me devorve o dinheiro.

– Ih… já gastei.

– Tudo?

– Tudin.

– Intão me traiz a mula.

– Morta?

– É, uai, ela num morreu?

– Morreu. Mais qui cê vai fazê com uma mula morta?

– Vou rifá?

– Rifá?

– É, uai!

– A mula morta? Quem vai querê?

– É só num falá qui ela morreu.

– Intão tá intão.

Um mês depois os dois se encontram e o fazendeiro que vendeu a mula pergunta:

– Ô Cumpadi, e a mula morta?

– Rifei. Vendi 500 biete a 2 real cada. Faturei 998 real.

– Eita! I ninguém recramô?

– Só o homi qui ganhô.

– E o que o cê feiz?

– Devorvi os R$ 2,00 real pra ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.