Motivos para a lâmpada da moto durar menos!

Itens obrigatórios nos veículos e essenciais para a segurança do trânsito, as lâmpadas merecem pequenos cuidados para aumentar sua vida útil. Pensando nisso, listo abaixo seis motivos que costumam fazer com que a lâmpada do farol queime mais rápido, durando menos do que o esperado.

Um exemplo é quando a lâmpada fica preta mesmo estando com pouco tempo de uso, parecendo que está queimando o seu envoltório de vidro. A explicação é simples: dentro das lâmpadas halógenas existem alguns gases que precisam de alta temperatura para fazer ela brilhar. Porém, se o farol estiver rachado, mal vedado ou com entrada de umidade, estes gases não conseguem atingir a temperatura ideal de trabalho. Assim os gases acabam condensando e grudando nas paredes do bulbo, fazendo ele escurecer.

Você jamais deve segurar as lâmpadas do tipo halógenas no bulbo diretamente durante a instalação. A oleosidade da pele pode provocar fissuras ou deformações no vidro. Para evitar que isso ocorra, use a espuma protetora que sempre vem com a lâmpada ou use um pano limpo e seco.

Cuidados simples durante a instalação resultam em uma maior durabilidade das lâmpadas – Foto: Reprodução Internet

O terceiro motivo é se a lâmpada ficar frouxa dentro do farol vai ficar vibrando excessivamente, forçando os filamentos para trepidações além do que foram projetadas, gerando o rompimento e a queima deles. Nesse caso, certifique-se que ela esteja presa e bem firme no local.

Outra dica importante é verificar o estado de conservação dos soquetes, conectores e cabos do sistema de iluminação. Se eles estiverem com sinais de oxidação, resíduos de fuligem ou deteriorados, será necessária efetuar a troca. Caso haja infiltração de água, também pode ocorrer a queima prematura das lâmpadas.

O quinto motivo é a lâmpada não ser a correta para o veículo, especialmente lâmpadas de maior potência que as especificadas pelo fabricante, que podem ocasionar uma sobrecarrega no sistema. Nesse caso, elas consomem mais energia do que o sistema elétrico suporta, podendo causar sobrecarga elétrica, grande consumo de bateria e também danificar outros componentes, como soquetes, fiação e até provocar o derretimento do farol devido ao aquecimento excessivo.

Também é importante, durante a manutenção preventiva ou sempre que for trocar uma lâmpada por motivo de queima, verificar o sistema de carga do veículo, como o alternador para os carros ou o conjunto estator e retificador regulador das motocicletas. Caso esteja apresentando funcionamento incorreto, pode causar problema de sobretensão, provocando a queima das lâmpadas.

As lâmpadas não são importantes somente para você ver mas também para os veículos serem vistos e facilmente identificados no trânsito durante a noite mas também durante o dia. Seguir essas dicas para manter seu funcionamento adequado resultará em maior segurança para todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.