Novos nomes de domínios na internet

Publico aqui esta notícia que poderá mudar a forma como nós navegamos na internet, e também a forma como as empresas vão se relacionar com a grande rede.

Segundo anúncio feito na última segunda-feira pela ICANN, as companhias, cidades e organizações poderão registrar seus próprios domínios genéricos. A ICANN é o a organização internacional responsável por, dentre outras atribuições, controlar o sistema de nomes de concessão de domínio de primeiro nível genéricos (gTLD, exemplo: .com, .net, .gov) e de códigos de países (ccTLD, exemplo: .br, .fr, .es etc).

A iniciativa, considerada o maior marco nos 40 anos da história da internet, deve dar início a uma nova corrida do ouro na internet. A decisão permitirá que os domínios possam terminar com o nome da companhia, cidade, etc, em vez de .com, .net ou .org.

Praticamente todas as organizações com presença na internet serão afetadas de alguma forma, além de gerar grandes disputas entre as marcas, já que permitirá que os domínios possam terminar com o nome de empresas. Por exemplo: a Coca-Cola poderá comprar o domínio .cocacola e o Google pode querer adquirir .google. Cidades e demais organizações também poderão registrar seus próprios domínios genéricos.

“A ICANN abriu o sistema de endereços da internet às ilimitadas possibilidades da imaginação humana. Ninguém pode prever aonde esta histórica decisão nos levará”, disse o presidente e chefe-executivo da organização, Rod Beckstrom, após a reunião do conselho de administração da entidade, que ocorreu em Cingapura.

Ainda segundo Beckstrom, a expansão permitirá que sejam criados endereços de internet com quase qualquer palavra, em qualquer idioma, oferecendo às organizações em todo o mundo uma oportunidade de mercado para suas marcas, produtos, comunidades ou causas, de maneira nova e inovadora.

A ICANN começará a aceitar as solicitação para os novos domínios gTLD a partir de janeiro de 2012. Até o momento existem 22 domínios gTLD e cerca de outros 250 de países, como é o caso do “.br” para o Brasil e “.uk” para o Reino Unido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.